Tresminas reforça valorização turística

Tresminas reforça valorização turística

Vai ser criado um anfiteatro ao ar livre em Tresminas, ladeado por um edifício cultural e um espaço de circulação e exposição relativos ao Complexo Mineiro Romano. Integrada no Programa de Valorização Turística e Paisagística de Tresminas que é comparticipado pelo ON2, a obra foi consignada a 8 de julho.

Nesta consignação, que contou com a presença do executivo, liderado por Domingos Dias, a comitiva esteve no terreno para verificar o projeto e o plano de trabalhos relativos ao segundo pólo do Centro Interpretativo de Tresminas, situado junto à igreja românica de Tresminas.

As novas infraestruturas, que vão ser erigidas a Nascente daquele templo religioso, irão permitir a recreação de eventos culturais em condições aprazíveis para os grupos excursionistas que se desloquem à localidade de Tresminas, e em que são valorizadas as componentes naturais, o verde e o xisto existentes.

A obra, adjudicada por 447.670.21€ à empresa ASG – Construções e Granitos, Lda., tem a duração de trezentos dias, pelo que a estreia deverá ser na próxima época estival. Paralelamente a esta obra, e ainda no âmbito da candidatura comunitária para a valorização turística e paisagística, será também aplicado cerca de meio milhão de euros na implementação de várias ações imateriais, designadamente percurso expositivo, festival temático e materiais de divulgação do Complexo Mineiro Romano.

Sendo o complexo de Tresminas um dos mais importantes conjuntos de arqueologia mineira da época romana, foi provavelmente durante o reinado de Augusto (27 a.C.-14 d.C.) que se iniciou a sua exploração sistemática, tendo-se prolongado até à segunda metade do século II d.C., na época de Sétimo Severo (193-211 d.C.).

Link da noticia